Deltan Dallagnol deixa MPF e reflete sobre migração para a política

Por ser o partido a abrigar Sergio Moro, o Podemos seria uma opção primária ao ex-procurador

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa operação Lava Jato, pediu exoneração do cargo do Ministério Público Federal na última terça-feira (2) e estuda uma possível migração para a política.

Segundo fontes próximas ao ex-juiz Sergio Moro, que irá se filiar ao Podemos no próximo dia 10, Dallagnol estaria refletindo seu futuro, incluindo a possibilidade de ingresso na política.

Por ser o partido a abrigar Moro, o Podemos seria uma opção primária ao ex-procurador.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o ex-coordenador da Lava Jato diz que o legado da operação no combate à corrupção tem sido ‘desfeito’ e que ele poderá ‘fazer mais pelo país’ fora do Ministério Público.

“Os nossos instrumentos de trabalho para alcançar a Justiça vem sendo enfraquecidos, destruídos, e nós temos sido impedidos até mesmo de envolver a sociedade nesse debate por meio da opinião e da crítica. Por isso, eu creio que posso fazer mais pelo País fora do Ministério Público, lutando com mais liberdade pelas causas em que eu acredito”, diz na gravação.

(Publicado por Wellington Ramalhoso)

Mais Recentes da CNN