Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Depois de reafirmar que é bolsonarista, Tarcísio oferece jantar para Roberto Campos Neto

    Governador receberá presidente do Banco Central e integrantes do mercado financeiro no no Palácio dos Bandeirantes, nesta segunda (10)

    Victor IrajáPedro Venceslauda CNN

    São Paulo

    O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), vai oferecer um jantar em homenagem ao presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, na próxima segunda-feira (10).

    Membros do governo e do mercado financeiro foram convidados para o evento, que acontecerá no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

    O movimento acontece em meio às críticas por parte de bolsonaristas depois de Tarcísio, na quinta-feira (6), ter dito ser “agradecido” à ex-presidente Dilma Rousseff, do PT. Tarcísio foi chefe do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

    Depois, no sábado (8), em um evento da Esfera Brasil, em Guarujá, litoral de São Paulo, o governador se reafirmou “bolsonarista”.

    “Eu sou bolsonarista, vou continuar sendo bolsonarista. Isso significa que eu sou conservador, sou liberal, e acredito no Brasil que vai ter economia de mercado, um Brasil que vai aproveitar o seu potencial, que vai fazer a transição energética”, disse o governador.

    Na sexta-feira (7), Campos Neto afirmou não ter planos para depois que deixar a autarquia responsável pela política monetária. “Todo dia eu leio um plano novo no jornal ou, às vezes, minha esposa vem falar: ‘li aqui um negócio, de que vai fazer isso.’ Eu sempre fico surpreendido, porque eu não tenho plano nenhum”, afirmou o presidente do BC. O mandato de Roberto Campos Neto se encerra em dezembro.