Deputados pedem que STF troque presidente da CPMI das Fake News

Os parlamentares também pedem a suspensão dos trabalhos da comissão e a anulação das reuniões e depoimentos feitos na CPMI

Gabriela Coelho

da CNN, em Brasília

Ouvir notícia
cpmi fake news
Oposição derrota governo e prorroga CPMI das Fake News
Foto: Jane de Araújo/ Agência Senado

Oito deputados do PSL apresentaram, nesta quarta-feira (6) um mandado de segurança ao Supremo Tribunal Federal pedindo a troca do presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, senador Angelo Coronel (PSD-BA).

Na ação, os deputados do PSL Filipe Barros, Bia Kicis, Bibo Nunes, Alê Silva, General Gião, Aline Sleutjes, Carla Zambelli e Carlos Jordy também pedem a suspensão dos trabalhos da comissão e a anulação das reuniões e depoimentos feitos na CPMI.

Leia também:

Senado rebate Eduardo Bolsonaro e nega ilegalidade em CPMI das Fake News
Alcolumbre suspende prazos de comissões e dá sobrevida à CPMI das Fake News

Na semana passada, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, negou o pedido do deputado Eduardo Bolsonaro para impedir a prorrogação da CPMI. O deputado alegou, entre outras coisas, que a comissão não respeita o foco das investigações.

Na decisão, o ministro Gilmar Mendes criticou a tentativa de frear os trabalhos da comissão e afirmou que investigar o impacto de informações falsas nas eleições é fundamental para a democracia.

Gilmar Mendes disse ainda que a CPMI e os inquéritos sobre as fake news em andamento no Supremo são de vital importância para identificar quadrilhas que manipulam o debate político e violam a ordem democrática.

Mais Recentes da CNN