Eduardo Paes apresenta secretários de Educação e Infraestrutura

Primeiro escalão do próximo governo municipal chega a 13 nomes

Stéfano Salles, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

 

Já são 13 os membros do primeiro escalão da próxima gestão da Prefeitura do Rio de Janeiro. Nesta sexta-feira, o prefeito eleito Eduardo Paes (DEM) apresentou dois novos secretários, o de Educação, deputado estadual Renan Ferreirinha (PSB), e a secretária de infraestrutura, Cátia Souza, em evento realizado no auditório de Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Centro.  

Eduardo Paes destacou que Renan Ferreirinha, de 27 anos, que está seu primeiro mandato na Alerj, assume o cargo sem qualquer tipo de indicação política, e reforçou que seu partido, o PSB, sequer fez parte da aliança que o elegeu. Ele é economista e administrará a maior rede pública de educação da América Latina, que conta com 1543 unidades escolares e, atualmente, 643.053 alunos. 

“Ele vem por suas qualidades políticas, por seu talento, É um sinal muito claro que essa gestão vai dar muito mais atenção à questão da Região Metropolitana, esse era o único ponto que deixava o Ferreirinha com o coração partido, em deixar de ser o deputado que representava São Gonçalo. No trabalho de convencimento, disse que seria importante ele estar aqui, para acenar para toda a Região Metropolitana – afirmou o prefeito eleito”, sobre Ferreirinha. 

Leia e assista também

Quem é Eduardo Paes, eleito à prefeitura do Rio de Janeiro

RJ: Paes anuncia mais secretários e programa de integridade na gestão pública

Tudo sobre Eduardo Paes

O deputado estadual, eleito o mais jovem da legislatura iniciada em 2019, agradeceu e disse que a educação é sua missão de vida, e destacou os desafios que a pasta enfrentará em 2021. 

“Estou muito feliz, eu entrei para a política por causa da educação, por entender que ela transforma vidas. Nosso objetivo será fazer dois anos em um. Para isso, precisaremos analisar uma série de coisas com muita cautela, precisaremos avançar nas aulas telepresenciais, analisar as condições para retomada de aulas presenciais, quando forem viáveis, em totais condições de segurança”, afirmou o futuro secretário. 

Com relação à pasta de Infraestrutura, Paes destacou que Cátia Souza é servidora da prefeitura, mas que ele só a conheceu na véspera, quinta-feira. Foi indicada pelo programa Líderes Cariocas, criado para identificar quadros da administração municipal que pudessem ser treinados e preparados para assumir funções de liderança. 

Também foi anunciado o novo chefe executivo do Centro de Operações Rio (COR), Bruno Ramos. O prefeito qualificou o espaço, localizado na Cidade Nova, perto da sede da prefeitura, como “o pulmão do município”. Bruno já ocupou a função de subprefeito da Zona Sul. Outro anúncio feito nesta sexta-feira o do novo subprefeito da Barra da Tijuca, Raphael Lima. Servidor do estado, já foi administrador regional do Recreio dos Bandeirantes, bairros vizinhos, na Zona Oeste. 

Outros secretários

Na véspera, Paes anunciou outros cinco membros do primeiro escalão de seu futuro governo: a secretária de Assistência Social, Laura Carneiro (DEM), o secretário de Esporte, Guilherme Schleder, a secretária de Transportes, a economista Maína Celidônio, a secretária da Mulher, Joyce Trindade, o secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo, ex-presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH).

Antes deles, o prefeito eleito já tinha anunciado o secretário de Fazenda e Planejamento, o deputado federal Pedro Paulo (DEM-RJ), o secretário de Governo e Integridade Pública, deputado federal Marcelo Calero (Cidadania-RJ), o secretário de Saúde, o epidemiologista Daniel Soranz, o secretário de Juventude, Salvino Oliveira, a secretária de Conservação, Ana Laura Secco e o secretário de Proteção Animal, o vereador Luiz Carlos Ramos Filho (PMN). A expectativa da equipe do prefeito eleito é que todos os nomes do primeiro escalão sejam definidos e anunciados até o fim da próxima semana.

Mais Recentes da CNN