Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em busca de popularidade, Lula começa abril com sequência de viagens pelo país

    Presidente tem três agendas fora de Brasília marcadas para primeira semana do mês; petista vai passar por Rio de Janeiro, Pernambuco e Ceará

    Ministros têm reforçado a necessidade de reajustar o discurso para atingir mulheres e população de baixa renda, com quem Lula mostra maior enfraquecimento
    Ministros têm reforçado a necessidade de reajustar o discurso para atingir mulheres e população de baixa renda, com quem Lula mostra maior enfraquecimento Foto: Rafa Neddermeyer/Agência Brasil

    Pedro Teixeirada CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá uma sequência de agendas fora de Brasília na primeira semana de abril.

    As viagens — para entrega e anúncio de obras — fazem parte de um plano traçado pelo Planalto ainda no início do ano, mas que ganhou ainda mais força após pesquisas indicarem queda na popularidade do petista.

    Como a CNN mostrou, ministros têm reforçado a necessidade de reajustar o discurso para atingir mulheres e população de baixa renda, com quem o presidente estaria demonstrando maior enfraquecimento.

    Na próxima terça-feira (2), Lula vai ao Rio de Janeiro, onde participa da inauguração do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), em Niterói. Também estará presente no início das obras de dragagem da Baía de Guanabara para o Porto de Niterói.

    Na quinta-feira (4), o presidente participa do lançamento da estação elevatória de Água Bruta Ipojuca e do trecho Belo Jardim-Caruaru da Adutora do Agreste Pernambucano, em Arcoverde (PE).

    No mesmo dia, o presidente segue para Goiana (PE), onde participará da inauguração da Fábrica de Medicamentos Hemo-8r, da Hemobrás.

    Na sexta-feira (5), a agenda é em Iguatu (CE) vai assinar a ordem de serviço para a implantação do ramal do Salgado. Também está prevista uma visita às obras da Ferrovia Transnordestina.

    Agenda internacional

    Apesar do foco na popularidade, o presidente não pretende abandonar as agendas fora do Brasil. Deve fazer uma rodada de visita a países sul-americanos ainda neste semestre.

    A expectativa é que passe pela Colômbia ainda em abril. Em maio, o plano é desembarcar no Chile. Fora da América do Sul, o presidente deve participar como convidado do G7, na Itália, em junho