Em carta, Câmara pede que artistas ‘emprestem suas vozes’ ao Pantanal

A carta, a qual a CNN teve acesso, afirma que a “participação de pessoas amplamente reconhecidas na sociedade é fundamental para chamar a atenção da população

Larissa Rodrigues, da CNN, em Brasília

Ouvir notícia
Animal sozinho no meio da vegetação queimada após incêndio no Pantanal
Animal sozinho no meio da vegetação queimada após incêndio no Pantanal
Foto: Araquém Alcântara/Arquivo Pessoal

A Comissão Externa da Câmara dos Deputados destinada a acompanhar e promover uma estratégia nacional para enfrentar as queimadas em biomas brasileiros irá divulgar, na noite desta quinta-feira (29), uma carta a ser assinada por cantores e atores brasileiros em defesa do Pantanal. O documento pede ainda que atores e cantores sejam embaixadores da causa ambiental.

A carta, a qual a CNN teve acesso, afirma que a “participação de pessoas amplamente reconhecidas na sociedade é fundamental para chamar a atenção da população e articular forças vivas para pressionar, reivindicar e reforçar o compromisso do poder público com soluções sustentáveis para nossos biomas”.

Leia também

Queimadas no Pantanal são as maiores da história

Onça-pintada Ousado, ferida nas queimadas, retorna para seu habitat no Pantanal

“Com artistas e as mais variadas personalidades engajadas certamente lançaremos luzes sobre os problemas e, de forma coletiva, enfrentaremos as causas e consequências dessa tragédia, e, principalmente, disporemos de soluções dialogadas e pactuadas, com responsabilizações claras, para que as tragédias não voltem a se repetir. Nossos artistas e personalidades brasileiras abraçam o Pantanal. Abraçam a causa de defesa de nossos biomas! Serão embaixadores de uma causa comum”, completa o documento.

Já se comprometeram a assinar a carta os atores Lucelia Santos, Dira Paes, Leticia Sabatella e Thiago Lacerda, além dos cantores Almir Sater, Renato Braz e Tetê Espíndola.

Às 20h, a comissão da Câmara irá realizar ainda uma audiência online para que os artistas falem sobre a importância da preservação do Pantanal brasileiro. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também confirmou presença no evento remoto.

Segundo o colegiado, desde janeiro até setembro deste ano, houve aumento de 195% no número de queimadas detectadas no bioma, quando comparado com o mesmo período de 2019. O número de focos de incêndio é o maior da série histórica iniciada em 1998 pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). 

“A gente da Comissão de enfrentamento às queimadas acredita que há uma necessidade de tornar cada vez mais pública a tragédia e a luta para que não se repita essa situação do Pantanal. Hoje vamos entregar aos artistas e enviar aos demais uma carta onde chamamos eles para participar dessa luta de cuidado e educação ambiental”, afirmou a deputada Rosa Neide (PT-MT), coordenadora do colegiado.

Mais Recentes da CNN