Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em festa para comemorar o novo ano, Lula teria se referido a terceiro mandato como redenção

    Presidente eleito passou a virada do ano com a família e amigos em um hotel; Expectativa de dirigentes petistas é de que Lula também faça referência ao período da prisão no seu primeiro discurso oficial como chefe do Poder Executivo

    Gustavo UribeMarina Demorida CNN

    em Brasília

    O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu na noite de sábado (31) com amigos e familiares, em um hotel na capital federal, para comemorar a virada do ano.

    Segundo relatos feitos à CNN por aliados do petista, Lula estava visivelmente animado com o retorno pela terceira vez ao comando do Palácio do Planalto e se referia à cerimônia de posse como histórica.

    O presidente eleito, de acordo ainda com aliados do petista, teria se referido ainda ao terceiro mandato como uma espécie de redenção, após ter ficado por 580 dias preso em 2018.

    A expectativa de dirigentes petistas é de que Lula também faça referência ao período da prisão no seu primeiro discurso oficial como chefe do Poder Executivo.

    O discurso esboçado para o presidente eleito também inclui, segundo aliados do petista, uma defesa das instituições democráticas e um chamado à união nacional.

    O petista também deve fazer referência ao período de Jair Bolsonaro à frente da Presidência da República, defendendo uma reconstrução nacional.

    O novo ministro das Comunicações, Paulo Pimenta, disse no sábado (31) que o desfile de Lula em carro aberto está sujeito às condições do tempo e a fatores de segurança que serão analisados neste domingo (1º).

    Sobre a passagem da faixa presidencial, Pimenta disse que é um momento simbólico e que é difícil ter uma pessoa que possa simbolizar o povo brasileiro, já que Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão não estarão presentes.