Ex-assessora de Bolsonaro, Wal do Açaí ganha cargo na prefeitura de Angra (RJ)

Foto: Reprodução

Fernando Molicada CNN

Ouvir notícia

Candidata derrotada a vereadora de Angra dos Reis e ex-funcionária do gabinete do então deputado federal  Jair Bolsonaro, Walderice Santos da Conceição, a Wal do Açaí, foi nomeada para um cargo na prefeitura de sua cidade, no litoral fluminense. Ela disputou a eleição com o nome de Wal Bolsonaro.

Prefeito de Angra, Fernando Jordão disse à CNN que a decisão de contratá-la foi sua e não houve qualquer pedido de Bolsonaro. “Mas, se o presidente tivesse pedido, eu a nomearia”, afirmou. Disse que ambos são amigos da nova servidora.  

De acordo com a tabela de remuneração do funcionalismo vigente a partir de 2019, ela vai passar a receber R$ 3.323,44, o mesmo que um assessor jurídico, e mais do que o piso do magistério, R$ 2.518,87. Jordão confirmou que o salário de Walderice ficará “em torno de R$ 3 mil”.

Pela  portaria assinada pelo prefeito, Walderice exercerá o cargo de “Coordenadora Técnica da Vila Histórica, da Assessoria da Região Sul, da Superintendência de Regionais, da Secretaria-Executiva de Serviço Público, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade”. O registro de sua candidatura na Justiça Eleitoral informa que ela completou o ensino fundamental e é recepcionista.

Em nota, a prefeitura de Angra afirmou que Walderice será coordenadora dos serviços públicos da Vila Histórica de  Mambucaba, onde vive há 52 anos, e irá “supervisionar a manutenção das vias, a limpeza pública e fazer a interlocução com escola e posto de saúde”.

O texto diz que ela conhece os problemas da comunidade, tem bom relacionamento com os “mais diversos setores e é bem aceita pela população local”.  Em novembro passado, ela ficou em 85º lugar na disputa por uma vaga na câmara municipal – recebeu 266 votos. 

Em 2018, o jornal ‘Folha de S.Paulo’ revelou que Walderice, apesar de ter cargo desde 2003 no gabinete de Bolsonaro, em Brasília, vivia em Mambucaba, onde o hoje presidente tem uma casa de veraneio. Wla trabalhava numa loja chamada “Wal Açaí”. Segundo o jornal, ela era funcionária fantasma do gabinete do então parlamentar.

Mais Recentes da CNN