Ex-secretário Edson Aparecido deixa o PSDB para se filiar ao MDB

Ele comandava a pasta da Saúde na capital paulista e é cotado para ser o vice na chapa de Rodrigo Garcia (PSDB), que tentará a reeleição como governador de São Paulo

Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde de São Paulo
Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde de São Paulo Reprodução/CNNBrasil/5.jan.2022

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

Secretário da Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido deixou o cargo e é uma dos nomes cotados para ser vice na chapa de Rodrigo Garcia (PSDB) ao governo do Estado.

Aparecido se desfiliou do PSDB e ingressou no MDB. O movimento é significativo. Ele estava no PSDB desde a fundação do partido, em 1988, foi deputado estadual e federal pela legenda e ocupou diversos cargos dentro do PSDB e em administrações tucanas.

Aparecido foi, por exemplo, secretário da Casa Civil quando Geraldo Alckmin ocupava o posto de governador.

Com Alckmin fora do PSDB, Aparecido decidiu aceitar o convite do MDB. Ele é muito próximo ao prefeito Ricardo Nunes (MDB) e tem ligação de longa data com integrantes da cúpula da legenda.

Segundo Baleia Rossi, presidente do MDB, Aparecido é um dos “bons nomes” que o partido agora tem para apontar para o posto. Ele diz que, até julho, MDB e PSDB vão definir juntos o nome para a chapa. “Não há imposição e, sim, construção para fortalecer”, diz Rossi.

Eleições 2022

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN