Fernando Molica: Queiroga incorporou ‘uns mandam, outros obedecem’ de Pazuello

No quadro Liberdade de Opinião, jornalista analisou uma possível interferência do Ministério da Saúde na Conitec, que analisaria resultados de um parecer sobre o 'kit Covid'

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (8), o jornalista Fernando Molica analisou a retirada da pauta de um relatório que seria apresentado sobre o “kit Covid” em uma reunião do plenário da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

O órgão, vinculado ao Ministério da Saúde, analisaria um parecer de técnicos sobre o uso de medicamentos do chamado “kit Covid”, sem eficácia comprovada contra a Covid-19. Para Molica, “tudo indica” que houve interferência da Saúde na Conitec para a retirada do tema da reunião de quinta-feira (7).

“Isso precisa ser investigado, pois alguém tem que assinar isso”, diz. “Novas evidências científicas surgem todos os dias, a ciência não é algo estático, mas, no caso do relatório preparado pela área técnica da Conitec, mostrava que os medicamentos não servem para o tratamento da Covid-19.”

“A posição do Ministério da Saúde mais uma vez é suspeitíssima. Tudo indica que o ministro Queiroga ‘Pazuellou’. Há muitos anos, teve um filme chamado ‘O Homem que Virou Suco’; agora, podemos fazer o filme ‘O Médico que virou Pazuello’. Ele incorporou a história de ‘uns mandam, e outros obedecem’. O ‘Posto Ipiranga’ da Saúde é Jair Bolsonaro. O ministro da Saúde que não concordou com ele teve que sair”, avalia o jornalista.

O Liberdade de Opinião teve a participação de Fernando Molica e Gisele Soares. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN