Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Filho de general Santos Cruz é um dos alvos da operação da PF

    Caio Cesar dos Santos Cruz era representante da empresa israelense que vendeu sistema que possibilitou monitoramento ilegal

    Filho de general Santo Cruz é um dos alvos da operação da PF
    Filho de general Santo Cruz é um dos alvos da operação da PF Reprodução CNN

    Jussara SoaresElijonas Maiada CNN

    em Brasília

    O filho do ex-ministro de Jair Bolsonaro (PL), general Carlos Alberto dos Santos Cruz, é um dos alvos da Operação “Última Milha” da Polícia Federal (PF) que apura um monitoramento ilegal feito por servidores Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

    Caio Cesar dos Santos Cruz, segundo a investigação, é representante da empresa israelense Cognyte, que vendeu o sistema FirstMile para o governo federal no final da gestão Michel Temer. Ele presta depoimento à Polícia Federal nesta sexta-feira (20).

    A ferramenta, segundo a investigação, foi usada amplamente no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro para monitorar adversários políticos e jornalistas. Segundo a PF, o grupo usava sistema de geolocalização para monitorar localização e ligações telefônicas.

    Santos Cruz só se tornou ministro-chefe da Secretaria de Governo quando Bolsonaro assumiu o governo no início de 2019. Porém, deixou o governo em seis meses, após entrar em colisão com a ala considerada mais radical do Palácio do Planalto. O general, então, se tornou um dos principais críticos do governo.

    Procurado pela CNN, o general Santos Cruz não retornou o contato.

    VÍDEO — PF: Abin sob Bolsonaro espionou integrantes do STF; dois servidores foram presos