Fux manifesta “satisfação” e diz que pretende dar posse a Mendonça ainda este ano

Supremo Tribunal Federal prevê a cerimônia de posse de André Mendonça para o dia 16 de dezembro

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux
Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux Fellipe Sampaio/SCO/STF

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, manifestou-se, nesta quarta-feira (1º), após a aprovação no Senado do nome do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União, André Mendonça, para uma vaga no STF. Segundo o ministro, a cerimônia de posse de Mendonça deve ocorrer ainda este ano.

“Manifesto satisfação ímpar pela aprovação de André Mendonça porque sei dos seus méritos para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal”, declarou Fux.

O presidente do Supremo destacou, em sua declaração, que a atuação de Mendonça na Advocacia-Geral da União traz o domínio de temas pertinentes para os procedimentos no STF.

“Além disso, em função da atuação na Advocacia-Geral da União, domina os temas e procedimentos da Suprema Corte, que volta a ficar mais forte com sua composição completa. Pretendo dar posse ao novo ministro ainda neste ano”, acrescentou.

Conforme adiantado pela CNN, o Supremo Tribunal Federal prevê a cerimônia de posse de André Mendonça para o dia 16 de dezembro.

Aprovação

O plenário do Senado Federal aprovou, nesta quarta-feira (1º), por 47 votos a 32, o nome do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Eram necessários ao menos 41 votos favoráveis dos 81 senadores, representando a maioria absoluta da Casa. Estavam presentes 79 parlamentares no quorum de votação.

Mendonça foi aprovado, mais cedo, pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) por 18 votos a 9. O resultado aconteceu após o então indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ser sabatinado pelos parlamentares.

Mais Recentes da CNN