Governadores cobram inclusão em comitê da pandemia

Pelas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, afirmou que ‘o decreto não criou coordenação nacional’

O presidente Jair Bolsonaro fala após reunião com chefes de Poderes que definiu a criação do comitê
O presidente Jair Bolsonaro fala após reunião com chefes de Poderes que definiu a criação do comitê Foto: Reprodução/CNN (24.mar.2021)

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

Ao colocar no papel a criação de um comitê para gerir a crise, o governo federal não incluiu governadores e prefeitos na composição. Apesar de terem se reunido nesta sexta-feira (26) com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, eles não são parte do grupo.

O comitê de coordenação para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 prevê que integrantes mesmo são os presidentes da República, Jair Bolsonaro, da Câmara e Senado, Arthur Lira e Pacheco, além de alguém indicado na condição de observador pelo presidente do Conselho Nacional de Justiça, Luiz Fux.

Pelas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino, afirmou que “o decreto não criou coordenação nacional, na medida em que exclui estados e municípios. Propus que o Senado tenha um verdadeiro comitê nacional, inclusive com especialistas da área de saúde”.

De acordo com o texto do decreto, o comitê poderá “discutir medidas” e “auxiliar na articulação”. O Ministério da Saúde atuaria na secretaria executiva do grupo.

O texto permite a colaboração também de pessoas com “notório conhecimento”, mesmo que de outros órgãos, instituições, mas sem apontar os governos locais, sejam representados por governadores ou secretários de saúde.

Mais Recentes da CNN