Há a impressão de que Bolsonaro penetra nas instituições, diz cientista político

Em entrevista à CNN, o professor Carlos Melo fez referência à negativa do TCU sobre o relatório mencionado por Bolsonaro para justificar o tratamento precoce

Produzido por Jorge Fernando Rodrigues, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, o cientista político e professor do Insper Carlos Melo afirmou que “há uma impressão que o presidente Jair Bolsonaro penetra nas instituições” brasileiras. O especialista afirma que a sequência de fatos dos últimos dias envolvendo o Tribunal de Contas da União (TCU) seria um exemplo desse fenômeno.

O presidente citou mais de uma vez nesta semana um suposto relatório do TCU que apontaria uma “supernotificação” das mortes pela Covid-19 no Brasil. Bolsonaro chegou a dizer que o país teria uma incidência baixa de mortes pela doença e que isso seria um reflexo do chamado “tratamento precoce”, conjunto de medicamentos sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

Entre a primeira e a segunda menção por parte do presidente, o TCU negou a existência do relatório e abriu um procedimento para apurar uma tentativa, da parte do assessor, para inserir dados dentro de um relatório existente e assim validá-los.

A presidente do Tribunal, ministra Ana Arraes, afastou o servidor, que também foi convocado a depor à CPI da Pandemia. Carlos Melo vê esse movimento como uma reação das instituições. “Algumas delas [instituições] buscam se defender”, disse Melo.

Eleições 2022

O cientista político também relacionou os discursos do presidente com uma estratégia para unificar os seus apoiadores, visando uma possível reeleição em 2022.

Para Carlos Melo, Bolsonaro não expande o eleitorado ao reiterar essas posições, mas fideliza uma parcela expressiva, em torno de 30%, que o apoia e virtualmente pode colocá-lo no segundo turno do próximo pleito.

“Ele é um político que busca a mobilização das suas bases o tempo todo e esse discurso mobiliza”, explicou. “Isso traz, desde sempre, uma disposição à disputa, ao conflito e à própria eleição.” 

Presidente Jair Bolsonaro durante anúncio do programa "Adote um Parque" - (Brasí
Presidente Jair Bolsonaro durante anúncio do programa “Adote um Parque” – (Brasília – DF, 12/05/2021)
Foto: Alan Santos/PR

Publicado por Guilherme Venaglia

Mais Recentes da CNN