Indicado para o STF, Kassio Nunes será sabatinado no dia 21 de outubro

A votação sobre as indicações deve ocorrer ainda em 21 de outubro, mas no período da tarde

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e líderes partidários bateram o martelo, em reunião na manhã desta terça-feira (6), sobre as datas das sabatinas dos indicados para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e Tribunal de Contas da União (TCU).

Leia e assista também:

Com sabatina de Kassio Nunes próxima, Bolsonaro convida senadores para almoço
Estou orgulhoso da indicação de Kassio Nunes ao STF, diz líder do governo
Quem é Kassio Nunes Marques, indicado para vaga de Celso de Mello no STF

O desembargador Kassio Nunes
O desembargador Kassio Nunes
Foto: Samuel Figueira/Ascom TRF-1

Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o STF, o desembargador Kassio Nunes será sabatinado na manhã do dia 21 de outubro, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. O colegiado é presidido pela senadora Simone Tebet (MDB-MS).

Já a sabatina do indicado por Bolsonaro para o TCU foi marcada para o dia 20 de outubro, às 9h, na Comissão de Assuntos Econômicos. Como a CNN já noticiou, o indicado deve ser o atual ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira. 

Um dos ministros mais próximos de Bolsonaro, Oliveira será indicado para a vaga do ministro José Múcio Monteiro, atual presidente do TCU. Ele só se aposentará em dezembro, mas a aposentadoria já deve ser publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias.

Após a sabatina, as indicações de Kassio Nunes e Jorge Oliveira serão submetidas ao plenário do Senado. A votação no local foi marcada para a tarde do dia 21 de outubro. Para terem seus nomes aprovados, precisam do apoio de pelo menos 41 dos 81 senadores.

 

Mais Recentes da CNN