Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ivan Valente diz entender movimento de Lula por base na Câmara, mas critica apoio a Lira

    Para o deputado, Lula precisa expandir coalizão, já que não tem maioria na Casa; na sua opinião, contudo, relação com Lira "não resolve problema"

    Deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) À CNN
    Deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) À CNN Reprodução CNN

    Vinícius Tadeuda CNN

    São Paulo

    O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) criticou em entrevista à CNN nesta segunda-feira (6) o apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à reeleição de Arthur Lira (PP) na Câmara dos Deputados. O parlamentar, contudo, disse entender o movimento do petista para formar base no Congresso Nacional.

    “Não resolve o problema [da base no Congresso] votar no [Arthur] Lira, mas Lula está pensando em tocar o projeto, tocar o programa, e ter uma maioria para ir ganhando a sociedade civil”, disse.

    O deputado do PSOL relembrou episódios em que o PT lançou candidato próprio à presidência da Câmara, foi derrotado e teve de lidar com consequências negativas — como com Luiz Eduardo Greenhalgh, em 2005, e Arlindo Chinaglia, em 2015.

    Valente diz que Lula precisa expandir sua coalizão, já que não tem maioria orgânica na Casa, mas critica suposto “fisiologismo e envolvimento com corrupção” de parlamentares do chamado “Centrão”.

    “Quando você traz uma base deste tamanho, você precisa fazer uma blindagem contra problemas certos. Basta ver o que está acontecendo com a entrada do União Brasil [nos ministérios].

    Caso Marcos do Val

    Durante a entrevista, Valente disse ainda que, na sua opinião, os recentes relatos do senador Marcos do Val (Podemos-ES) “provam” que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) tentou um golpe de Estado.

    “Essa questão do [Marcos] do Val só fecha a prova de que Bolsonaro, em todos os momentos que pôde, tentou dar um golpe de Estado”, disse.

    O senador Marcos do Val revelou recentemente que, após a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se encontrou com Bolsonaro e com o ex-deputado federal Daniel Silveira (PTB) em Brasília. No encontro o ex-parlamentar teria proposto um plano para golpe de Estado. Do Val, contudo, alternou versões ao relatar o fato.

    Publicado por Danilo Moliterno.