Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula anuncia ajuda federal e pede emendas parlamentares para reconstruir RS

    Acompanhado de autoridades, o presidente ainda destacou necessidade de haver "coordenação" entre os Poderes para reconstrução do estado

    Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Reunião ampliada com o Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, no 3o Regimento de Cavalaria de Guarda - Regimento Osório, Porto Alegre - RS.
    Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante Reunião ampliada com o Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, no 3o Regimento de Cavalaria de Guarda - Regimento Osório, Porto Alegre - RS. Foto: Ricardo Stuckert / PR

    Da CNN

    Em entrevista coletiva concedida neste domingo (5), o presidente Lula anunciou ajuda federal para o Rio Grande do Sul e pediu que parlamentares liberem emendas para o estado, atingido por fortes temporais há dias.

    “Sei que os deputados têm um monte de emendas. Se cada deputado liberar emendas para o Rio Grande do Sul, serão alguns milhões [de reais] que você [Eduardo Leite] terá imediatamente”, disse.

    A fala do presidente foi direcionada ao governador Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul. Também estavam presentes os presidentes do Senado e da Câmara, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) e Arthur Lira (PP-AL). Outros parlamentares acompanhavam a coletiva.

    Lula dedicou minutos a enumerar ações desenvolvidas por ministros e suas pastas para socorrer o estado em meio à calamidade. O presidente garantiu, por exemplo, que Transportes ajudará o Rio Grande do Sul a recuperar suas estradas estaduais.

    O presidente também indicou que o Ministério da Fazenda, na figura de Fernando Haddad, irá olhar com “sensibilidade” para a situação financeira do estado. Minutos antes, Leite havia pedido que as regras fiscais para o estado fossem reavaliadas para este momento.

    Também estiveram presentes no encontro o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin e o presidente do Tribuna de Contas da União (TCU), Bruno Dantas. No encerramento de sua fala, Lula destacou necessidade de haver “coordenação” entre os Poderes para reconstrução do estado.

    “É preciso uma combinação perfeita entre governo federal, poder legislativo, tribunal de contas, ministério público. Isso porque cada centavo que for colocado para combater uma coisa dessa tem de ser aplicado onde deveria, não pode ir para outro lugar”

    Publicado por Danilo Moliterno.