Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula chama Dino, cotado ao STF, para reunião fora da agenda

    Encontro acontece nesta segunda-feira (27); nome para PGR também é aguardado

    Thais Arbexda CNN

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) chamou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, para uma reunião fora da agenda nesta segunda-feira (27).

    Dino é o nome mais cotado para ser indicado pelo presidente para assumir a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) deixada por Rosa Weber, que se aposentou no final de setembro.

    Conforme a CNN noticiou na última sexta-feira (24), Lula tem sinalizado a aliados que Dino é o nome ideal para a cadeira. Ele conta com apoio dos ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes.

    Veja também: Ministro deveria receber por insalubridade, diz Dino

    O ministro da Justiça, no entanto, enfrenta forte resistência de uma ala de senadores. Vale ressaltar que, antes de ser nomeado, o nome indicado por Lula terá de ser sabatinado e aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e, depois, pelo plenário da Casa.

    No final de outubro, o Senado rejeitou uma indicação feita por Lula para o cargo de defensor público-geral federal. A rejeição, a primeira da história da Defensoria Pública da União, foi tida como um recado para o Planalto.

    Indicação à PGR

    O presidente também disse a ministros do STF que o vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gonet, será indicado para comandar a Procuradoria-Geral da República (PGR).

    Lula confirmou a escolha durante o encontro com os ministros Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Cristiano Zanin, na noite da última quinta-feira (23).

    Na reunião, o petista afirmou que seu desejo era fazer as indicações para a PGR e para o STF simultaneamente. A definição para o STF, no entanto, dependeria de “acertos com o Senado”.

    Lula embarca nesta segunda-feira para uma série de agendas no Oriente Médio e na Alemanha.