Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula deve anunciar novos ministérios na quinta-feira

    Presidente eleito fará novos anúncios assim que Congresso finalizar debate sobre a PEC. Disposição ministerial também depende de articulação política com o legislativo

    O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva durante coletiva no CCBB, em Brasília
    O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva durante coletiva no CCBB, em Brasília Marcelo Camargo/Agência Brasil - 9.dez.2022

    Tainá Farfanda CNN

    Brasília

    O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), deve anunciar novos nomes que vão chefiar a Esplanada dos Ministérios na próxima quinta-feira (22), no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília. A informação é de interlocutores do petista.

    Lula aguarda o término da articulação política em torno da PEC do Estouro, que ainda precisa ser aprovada essa semana na Câmara, mas pode sofrer alterações no texto e ter que retornar ao Senado, diante de resistências e da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela inconstitucionalidade do orçamento secreto.

    O julgamento do STF mexeu com o humor de parlamentares que apostavam na continuidade das emendas de relator e, agora, tentam encontrar um saída para continuar com o controle dos mais de R$ 19 bilhões, que eram previstos em RP9 para 2023.

    A decisão de domingo (18) do ministro da suprema corte Gilmar Mendes, que liberou, por decisão monocrática, a excepcionalização da totalidade do Bolsa Família do teto de gastos, também influenciou no jogo do parlamento e, consequentemente, na negociação com Lula por ministérios e cargos.

    De acordo com o futuro ministro da Casa Civil, Rui Costa, o presidente eleito deve anunciar a “maioria dos ministros” ainda essa semana.

    Lula aguarda o texto final da PEC – que tende a ter alteração no prazo de vigência de dois, para um ano – e o placar da votação para bater o martelo nos nomes que estavam dependendo da negociação com o Congresso.

    A previsão é que Lula retorne para São Paulo na sexta-feira (23), onde deve passar o Natal com a família.