Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula falou que não vai apoiar nenhuma arbitrariedade, diz Múcio à CNN após reunião

    Ministro disse ainda não ter elementos ainda para dizer se a tensão evoluirá para um conflito armado

    O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, teve reunião com o presidente Lula nesta sexta-feira (8)
    O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, teve reunião com o presidente Lula nesta sexta-feira (8) Mateus Bonomi/Agif - Agência de Fotografia/Estadão Conteúdo - 09.dez.2022

    Caio Junqueirada CNN

    São Paulo

    O minsitro da Defesa, José Mucio, disse à CNN que o presidente Lula lhe informou que o Brasil não apoiará nenhuma arbitrariedade e que a questão entre Venezuela e Guiana deverá ser resolvida no campo diplomático.

    “O presidente estava tranquilo. Disse que o Brasil não apoia nem apoiará nenhum ato de arbitrariedade e que a coisa precisa ser resolvida no campo diplomático”, afirmou.

    Múcio disse ainda não ter elementos ainda para dizer se a tensão evoluirá para um conflito armado.

    “Eu não sei o que vai acontecer. É uma briga de dois países. Temos que ter cuidado pra não entrar. A comunidade internacional vai cuidar do resto”, disse.

    Para ele, cabe à Defesa agora monitorar suas fronteiras.

    “O que me cabe agora é cuidar das fronteiras e não há novidade nenhuma nesse sentido por enquanto. Mas acredito que Maduro não irá provocar o Brasil”, disse.