Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula se recupera de cirurgia em área reservada de hospital com seguranças em antessala

    Por orientação médica, o presidente não deve receber visitas e nem trabalhar enquanto estiver no hospital

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante cerimônia no Palácio do Planalto
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante cerimônia no Palácio do Planalto 27/09/2023 REUTERS/Ueslei Marcelino

    Teo Curyda CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está se recuperando de uma cirurgia no quadril e de um procedimento nas pálpebras que realizou nesta sexta-feira (29) em um hospital em Brasília.

    Lula está no hospital Sírio-Libanês acompanhado da primeira-dama Rosângela Lula da Silva, a Janja.

    Por orientação médica, o presidente não deve receber visitas e nem trabalhar enquanto estiver no hospital.

    O aposento em que o presidente se recupera da cirurgia fica no final do corredor de um dos andares do hospital. Para acomodá-lo, não foi necessário isolar o espaço.

    O quarto em que Lula está conta com uma antessala que pode ser usada para despachos e reuniões, e abriga os seguranças que o escoltam.

    Foi nesta antessala que o presidente caminhou na manhã deste sábado (30) e realizou as primeiras sessões de fisioterapia.

    O quarto com antessala foi adaptado quando o hospital, que tem sede em São Paulo, chegou a Brasília.

    A adaptação tinha como objetivo receber autoridades, personalidades e empresários de maneira reservada e para manter suas rotinas de atividades.

    O esquema difere das cenas de filme americano em que seguranças do presidente dos Estados Unidos ficam espalhados pelo prédio.

    A antessala permite que os seguranças que integram a escolta presidencial fiquem próximos a Lula e não precisem ocupar os corredores do hospital.

    O quarto com a configuração especial garante a privacidade do presidente e da primeira-dama e evita que os demais pacientes do hospital sejam afetados pela presença do mandatário. Com isso, a rotina do hospital segue normal.

    Lula passou a tarde deste sábado estável. Caminhou e realizou sessões de fisioterapia pela manhã e se alimenta melhor do que na noite de sexta-feira, quando deixou a sala de cirurgia.

    O presidente não tem restrição alguma e segue uma dieta normal e balanceada.

    A equipe médica avalia que o presidente tem se recuperado mais rapidamente do que o esperado e acredita que se ele mantiver este ritmo poderá antecipar a alta.

    Ao deixar o hospital, Lula deverá permanecer por ao menos três semanas se recuperando no Palácio da Alvorada e de quatro a seis semanas sem viajar.

    O primeiro compromisso do presidente fora de Brasília pós-cirurgia deve acontecer no final de novembro.

    Lula participará da 28ª Conferência do Clima das Nações Unidas, COP28, nos Emirados Árabes Unidos. Na sequência, deve visitar a Alemanha.