Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula permanece internado e tem dia estável, informa boletim médico

    Presidente passou por uma cirurgia no quadril e por uma correção nas pálpebras na sexta-feira (29)

    Diego Mendesda CNN

    São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva permanece internado em apartamento após ser submetido a uma cirurgia no quadril e por uma correção nas pálpebras, na última sexta-feira (29), conforme informou o boletim médico divulgado na noite deste sábado (30).

    Segundo o informativo do Hospital Sírio-Libanês, o presidente passou a tarde estável.

    A CNN apurou que Lula se alimentou melhor do que o dia anterior e passou dia com a Janja. A Primeira-Dama dorme com o presidente no hospital é só sai quando ele tiver alta.

    Ainda segunda a apuração, Lula não está com nenhuma restrição, está seguindo dieta normal e alimentação balanceada. Os médicos estão reparando que ele está tendo uma recuperação rápida e a avaliação é a de que, se mantiver esse ritmo, pode antecipar a volta para o Alvorada.

    O boletim anterior havia informado que Lula chegou a caminhar pela manhã deste sábado e fez sessões de fisioterapia.

    O presidente permanece sob os cuidados “das equipes do Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, da Dra. Ana Helena Germoglio e Prof Dr. Giancarlo Cavalli Polessello.”

    Cirurgia no quadril e nas pálpebras

    A equipe médica do presidente informou que a cirurgia no quadril transcorreu “normalmente” e ele está bem. Lula não precisou ficar internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

    A alta do presidente deve acontecer entre segunda-feira (2) e terça-feira (3). A médica Ana Helena Germoglio informou que ele sairá do hospital caminhando.

    Lula contará com o auxílio de andador por conta do equilíbrio, que deve voltar em algumas semanas.

    O médico Giancarlo Polesello, responsável pela cirurgia, explicou que o atrito nos ossos do presidente era bastante proeminente. Os sintomas da artrose devem diminuir até a sexta semana e as dores passarão até a décima semana.

    Lula fará exercícios para fortalecimento do local sozinho e com acompanhamento profissional.

    O médico Roberto Kalil disse que a cirurgia foi realizada no Hospital Sírio-Libanês de Brasília por ser ortopédica e ter o risco de trombose, que poderia ocorrer em uma viagem de avião, caso fosse feita em São Paulo.

    Além do procedimento no quadril, Lula também passou por uma correção nas pálpebras.

    Segundo Kalil, a questão das pálpebras não foi informada anteriormente porque ainda não estava confirmada.

    A blefaroplastia foi realizada por ele ter alterações no local, que o atrapalhava, sendo uma questão médica e não estética.

    Veja também: Lula caminha e faz fisioterapia, diz boletim médico