Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula tenta construir chapa Renan-Lira em 2026

    Presidente da República sugeriu armistício entre adversários políticos por apoio ao Senado

    Tainá FalcãoGustavo Uribeda CNN

    Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sugeriu recentemente ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), que ele e o senador Renan Calheiros (MDB-AL) avaliem uma saída casada ao Senado em 2026.

    A conversa ocorreu antes do Carnaval, quando Lula buscava uma aproximação com Lira, após a série de recados do presidente da Câmara ao Executivo, na abertura do ano legislativo.

    A sondagem de Lula ocorre em meio à discussões sobre o futuro político de Lira, que evita revelar qual caminho tomará quando deixar a presidência da Câmara, em fevereiro de 2025.

    Fontes próximas a Lira afirmam que ele desconversou e disse ao presidente que não gostaria de adiantar o assunto ainda. No governo, aliados do presidente acreditam que Lira poderá assumir um ministério antes da eleição de 2026.

    A possibilidade de uma chapa casada entre adversários políticos, porém, ainda é vista com desconfiança no entorno de Lira e Renan. Uma trégua entre os desafetos chegou a ser ensaiada em reunião no Palácio do Planalto, para discutir os efeitos do afundamento do solo pela Braskem, em Maceió. A reunião foi marcada por tensão e acabou inconclusiva.

    Atualmente, a briga entre Lira e Renan teve mais um elemento com a saída do senador alagoano da CPI que investigará a petroquímica. Segundo Renan, o Planalto atuou junto a Lira para retirá-lo da cúpula da Comissão que investigará a empresa pelo afundamento do solo em Maceió.