Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Lula vai à Colômbia para participar de reunião técnico-científica sobre Amazônia

    Chefe do Executivo brasileiro deve ainda discutir temas da agenda bilateral com o presidente colombiano, Gustavo Petro

    Douglas Portoda CNN

    em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participará neste sábado (8) do encerramento da reunião técnico-científica da Amazônia, que ocorrerá na Universidade Nacional da Colômbia, na cidade de Letícia.

    O convite para o chefe do Executivo brasileiro participar do encontro partiu do presidente colombiano, Gustavo Petro.

    A reunião, que começou na quarta-feira (5), teve painéis sobre diversos temas relacionado ao bioma, com a participação de especialistas, pesquisadores, representantes dos povos indígenas e da sociedade civil. Também estiveram presentes entidades que fazem cooperação internacional na região. Hoje, os resultados serão apresentados a Lula e Petro.

    Além disso, no evento estão acontecendo negociações entre os países da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA) –Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela.

    As nações estão debatendo a declaração conjunta a ser adotada para a Cúpula da Amazônia, que acontecerá em Belém, no Pará, nos dias 8 e 9 de agosto.

    O documento trará ações para o desenvolvimento sustentável da Amazônia, com a proteção do bioma, inclusão social, fomento de ciência, tecnologia e inovação, estímulo à bioeconomia e valorização dos povos indígenas e seus conhecimentos tradicionais

    Agenda bilateral

    Além da Amazônia, Lula e Petro devem tratar de temas da agenda bilateral dos países. A pauta dará ênfase ao comércio, investimentos e cooperação em defesa e segurança.

    Recentemente, o Brasil voltou a participar da Mesa de Diálogos de Paz entre o governo colombiano e o Exército de Libertação Nacional.

    Comercialmente, as nações registraram intercâmbio recorde em 2022, superior a US$ 7,4 bilhões, valor 38% maior que em 2021. Aproximadamente 80% das vendas brasileiras ao país foram de manufaturados e semimanufaturados (US$ 4 bilhões).

    Na exportação, os veículos e produtos automotivos representam 40% do total. As demais mercadorias são: milho, café, papel/celulose, produtos químicos e farelo de soja.

    Na importação, o Brasil compra carvão (30% do total) e produtos químicos.

    Os colombianos são o quarto maior parceiro comercial brasileiro na América Latina, ficando atrás de Argentina, Chile e México.