Lula: vamos brigar para evitar privatização da Eletrobras, Correios e Banco do Brasil

“Esse país pode aumentar o salário mínimo, pode reduzir a inflação”, afirmou pré-candidato do PT durante visita a uma ocupação em Sumaré (SP)

Da CNN

Ouvir notícia

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira (5), em visita a uma ocupação em Sumaré (SP), que se esforçará para que instituições como Banco do Brasil, Correios e Eletrobras não sejam privatizadas.

“Quero cumprimentar os companheiros dos Correios. Nós vamos brigar, vamos tentar evitar que os Correios sejam privatizados, vamos evitar que a Eletrobras seja privatizada, que o Banco do Brasil seja privatizado. Vamos recuperar a Petrobras para o povo brasileiro”, afirmou Lula.

A fala do pré-candidato ocorreu durante uma visita à ocupação Vila Soma, na cidade do interior de São Paulo. O ex-presidente estava acompanhado de aliados como os petistas Fernando Haddad, Jilmar Tatto e Alexandre Padilha e Guilherme Boulos (PSOL).

O petista também citou sua gestão como presidente (2003-2010) e disse que “nós já provamos que é possível esse país ser melhor”. “Esse país pode pagar salário melhor, pode aumentar o salário mínimo, pode reduzir a inflação, pode gerar emprego e pode melhorar a qualidade da saúde”, disse.

No discurso, Lula também repetiu ataques que têm feito contra a atual gestão federal. “Se não fosse o SUS, a gente teria perdido 1 milhão de pessoas”, declarou.

Por fim, Lula prometeu que fará uma “campanha limpa” à Presidência, sem agressividade.

“Queria dizer ao cidadão que por acaso virou presidente da República que vamos fazer uma campanha limpa. Não será agressiva e não terá fake news”, discursou o ex-presidente.

Debate

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

*Publicado por Marcelo Tuvuca, com informações de Laura Slobodeicov e Alvaro Gadelha, da CNN

Mais Recentes da CNN