Maguito Vilela, prefeito eleito de Goiânia, toma posse em UTI e segue internado

Eleito está internado em São Paulo por complicações causadas pela Covid-19

Tiago Tortella* e Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), tomou posse na tarde desta sexta-feira (1), no quarto de UTI em que está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A cerimônia aconteceu à distância, em um auditório da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia, e o prefeito eleito foi empossado através de uma videochamada. 

Aos 71 anos, Vilela está desde o final de outubro no hospital devido complicações da Covid-19. Uma resolução da Câmara Municipal de Goiânia autorizou políticos que estejam com Covid-19 a tomar posse virtualmente. Segundo a assessoria do hospital Israelita Albert Einstein, Maguito não pôde discursar, pois ainda segue em tratamento. Ele enviou um arquivo eletrônico assinado para a posse.

Leia e assista também

Covas toma posse e diz que São Paulo está pronta para vacinação em massa

Eduardo Paes toma posse como prefeito do Rio de Janeiro

Confira a lista dos prefeitos eleitos nas capitais brasileiras

De acordo com o último boletim médico, Maguito tem “longos períodos de despertar e níveis adequados de oxigenação”. Durante os mais de dois meses em que está internado, ele passou por períodos sedado. Um destes momentos foi no segundo turno das eleições municipais, quando derrotou Wanderlan Cardoso (PSD), com 52,60% (277.497) dos votos válidos. 

Na cerimônia desta sexta, também tomaram posse o vice-prefeito, Rogério Cruz (Republicanos), e 35 vereadores. 

Luis Alberto Maguito Vilela, conhecido apenas como Maguito Vilela, foi deputado estadual, deputado federal, vice-governador, governador de Goiás entre 1995 e 1998 e senador. Seu último cargo na política foi também o de prefeito, mas o da vizinha Aparecida de Goiânia (GO), que administrou entre 2009 e 2016.

*Sob supervisão de Julyanne Jucá

Mais Recentes da CNN