Marcelo Crivella pode conseguir habeas corpus no STJ, avalia jurista

Em entrevista à CNN, Lenio Streck analisa prisão do prefeito do Rio de Janeiro

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Marcelo Crivella pode reverter no Superior Tribunal de Justiça (STJ) sua prisão desta terça-feira (22), em um desdobramento da Operação Hades, que investiga a existência de um suposto ‘QG da Propina’ na Prefeitura do Rio. A avaliação é do jurista Lenio Streck, em entrevista à CNN.

“O Crivella é perigoso? Existe algum indício de que pensou em fugir? Se ficasse no cargo, seria ruim para o processo? A desembargadora diz: ‘faltam nove dias para ele perder o foro de prerrogativa de função’. Se faltam nove dias, por que decretar agora? Os fatos são de 2016 a 2019, o que diz a jurisprudência do Supremo e do STJ? Por isso acho que tem chance de ele derrubar [a decisão] no STJ, por mais que esteja bem feito o trabalho do Ministério Público”, analisa. 

Leia também
Prefeito Marcelo Crivella é preso no Rio de Janeiro
Entenda o que é a Operação Hades, que culminou na prisão de Marcelo Crivella
Embora os fatos sejam graves, prisão preventiva não se justifica, diz professor

O jurista Lenio Streck (22.dez.2020)
O jurista Lenio Streck (22.dez.2020)
Foto: Reprodução/CNN

“Os tribunais exigem contemporaneidade. Os fatos ensejadores têm que ser contemporâneos, não posso pegar uma coisa de 2016 e dizer ‘agora eu preciso prendê-lo’. Se a busca e apreensão aconteceu entre junho e agosto, a questão é saber por que, naquele momento, isso não foi feito e por que agora. Talvez o STJ diga: ‘esses elementos não estão bem demonstrados’, e ele receba o habeas corpus”, diz Streck.

Mais Recentes da CNN