Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministro demite diretor de estatal envolvido em caso das joias

    José Roberto Bueno era chefe de gabinete do então ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque e foi responsável por formalizar um pedido para a Receita liberar as joias apreendidas pelo órgão que seriam destinadas ao presidente Jair Bolsonaro

    Caio Junqueirada CNN São Paulo

    O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, demitiu na tarde desta terça-feira (7) o almirante José Roberto Bueno da diretoria da Energia Nuclear e Binacional (ENBpar), estatal que controla Itaipu.

    A informação foi confirmada à CNN por fontes que participaram da demissão.

    Bueno era chefe de gabinete do então ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque e foi responsável por formalizar um pedido para a Receita liberar as joias apreendidas pelo órgão que seriam destinadas ao presidente Jair Bolsonaro.

    Agora, Bueno era diretor de gestão corporativa e sustentabilidade da ENBPar.

    É a primeira demissão decorrente do escândalo das joias apreendidas pela Receita e que eram destinadas a Jair Bolsonaro.

    Silveira acionou o seu chefe de gabinete para fazer a demissão, que foi feita nesta tarde pelo chefe da ENBPar, almirante Zanella.

    Bueno havia sido nomeado para a ENBpar após as eleições. O ministério já planejava algumas mudanças na estatal, mas o escândalo das jóias acelerou o processo.