Ministro Fábio Faria desiste de concorrer ao Senado

Ministro das Comunicações abre espaço para a candidatura do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, pelo estado do Rio Grande do Norte

Ministro das Comunicações, Fábio Faria
Ministro das Comunicações, Fábio Faria 17/6/2020. REUTERS/Adriano Machado

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou, nesta terça-feira (22), que não irá mais concorrer ao Senado. Desta forma, Faria abre espaço para a candidatura do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, que concorrerá a uma vaga como senador pelo estado do Rio Grande do Norte. A informação é da analista de política da CNN Renata Agostini.

Na lista de ministros se preparando para deixar o governo, os dois ministros seguiam com a mesma intenção: concorrer pelo senado pelo Rio Grande do Norte. O candidato será apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), para isso, precisaria ser definido apenas um nome para contar com o respaldo do presidente no estado.

“Decisão tomada: seguirei minha missão no ministério. Vamos implementar o 5G em todas as 27 capitais, conectar todas as escolas, acabar com o deserto digital na Amazônia e transformar o país em uma economia digital”, escreveu o ministro Fábio Faria nas redes sociais, na tarde desta terça-feira.

Após decisão de Faria, Rogério Marinho agradeceu ao ministro pelo “desprendimento e generoso gesto”.

“Agradeço ao Min. das Comunicações, meu amigo dep. fed. @fabiofaria pelo desprendimento e generoso gesto. Fábio abriu mão da pré-candidatura ao Senado, pelo nosso RN, em prol de um projeto em que juntos vamos levar adiante a mudança necessária na política do estado…”, destacou Marinho.

Eleições

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN