Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Moraes afasta delegado da PF que investigava interferência de Bolsonaro

    Ministro do STF entendeu que Felipe Leal avançava sobre temas que não tinham ligação com o inquérito inicial

    Da CNN

    O ministro do STF  (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes afastou, nesta sexta-feira (27), o delegado Felipe Leal das investigações sobre suposta interferência política do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Polícia Federal (PF). As informações são do âncora da CNN Kenzô Machida.

    A CNN teve acesso à decisão de Moraes, que também anulou os pedidos de informações, feitos por Leal à PF, de atos administrativos do atual diretor-geral da corporação, Paulo Maiurino — que assumiu o cargo em abril deste ano.

    Para o ministro, essas informações pedidas pelo delegado não guardam qualquer relação com o inquérito, aberto em 2020.

    Por isso, Moraes decidiu avisar o diretor-geral da PF e mandou trocar o delegado do caso. A decisão do ministro acaba blindando o Palácio do Planalto de temas incômodos para o governo Bolsonaro.

    (Publicado por Daniel Fernandes)

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN