Moraes prorroga por 90 dias inquéritos das fake news e dos atos antidemocráticos

Inquéritos acabaram envolvendo parlamentares bolsonaristas e, por isso, são fonte de preocupação no Palácio do Planalto

O ministro do STF Alexandre de Moraes (18.fev.2020)
O ministro do STF Alexandre de Moraes (18.fev.2020) Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Renata Agostinida CNN

Ouvir notícia

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes prorrogou por 90 dias os inquéritos conhecidos como das fake news e dos atos antidemocráticos.

O primeiro inquérito foi instaurado em março de 2019 a pedido do então presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, para apurar a disseminação de notícias falsas e de ataques a integrantes da Corte.

Já o segundo inquérito foi aberto em abril de 2020 para apurar a realização de manifestações com bandeiras contra a democracia após um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras.

No curso das apurações, os inquéritos acabaram envolvendo parlamentares bolsonaristas e aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, por isso, são fonte de preocupação no Palácio do Planalto.

Mais Recentes da CNN