Moro se reúne com banqueiros em jantar em São Paulo

Ex-juiz é pré-candidato à Presidência pelo Podemos

Renata Agostinida CNN

em Brasília

Ouvir notícia

O ex-juiz Sergio Moro, pré-candidato à Presidência pelo Podemos, se reuniu com um grupo de grandes banqueiros e empresários na noite de segunda-feira (29). O encontro aconteceu na casa do investidor Luiz Fernando Figueiredo, sócio-fundador da gestora Mauá Capital.

O jantar reuniu nomes como: Roberto Setubal, copresidente do conselho de administração do Itaú; Milton Goldfarb, da incorporadora One; Luis Stuhlberger, investidor e CEO da Verde Asset; Marcelo Maragon, executivo do Citi; José Flavio Ramos, ceo do banco de investimentos Br Partners; Paulo Galvão, acionista e membro do conselheiro de administração da Klabin; Jair RIbeiro, ex-ceo do Banco Indusval e conselheiro da ONG Parceiros da Educação. Moro foi acompanhado pela presidente nacional do Podemos, Renata Abreu.

Segundo relato feito à CNN por alguns dos presentes, Moro fez uma fala inicial de cerca de 25 minutos. A conversa se seguiu com perguntas dos convidados e durou uma hora e meia. Ele falou sobre economia, formação de equipe, construção da terceira via e sobre programas sociais – tema que ele tem tentado dar ênfase desde que se lançou na carreira política.

A iniciativa do encontro foi de Luiz Fernando Figueiredo. A ideia era que o ex-ministro pudesse expor sua visão sobre o país e ainda que ouvisse o que o grupo entende ser necessário para um projeto presidencial.

De acordo com um convidado, Moro acertou o tom e “agradou muito”. Um dos convidados disse que se surpreendeu com a fala do presidenciável, que tem reiterado seu alinhamento ao ideário liberal.

Ele se posicionou contra a reeleição e voltou a defender que a responsabilidade fiscal deve ser o norte de um governo. Moro sinalizou abertura para compor com outros nomes que se colocam no campo do centro a depender de como a corrida se desdobrar nos próximos meses.

O jantar sucedeu agenda de Moro na XP Investimentos durante tarde também em São Paulo. Lá, Moro conversou com cerca de 20 investidores institucionais e foi acompanhado por seu assessor econômico, Afonso Celso Pastores, que participou virtualmente.

Veja os possíveis candidatos à Presidência da República em 2022

Mais Recentes da CNN