Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Não é compreensível e aceitável tamanha tolerância com atos terroristas, diz Randolfe Rodrigues

    Senador comentou sobre manifestantes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) que tentaram invadir o prédio da Diretoria-Geral da Polícia Federal, na Asa Norte de Brasília

    Layane SerranoThiago Félixda CNN

    em São Paulo

    Em entrevista à CNN, nesta segunda-feira (12), o senador Randolfe Rodrigues afirmou que “não é compreensível e aceitável tamanha tolerância com atos terroristas”.

    Na noite desta segunda-feira, manifestantes apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) quebraram cerca de dez veículos que estavam estacionados em frente ao prédio da Diretoria-Geral da Polícia Federal, na Asa Norte de Brasília, no Distrito Federal.

    O senador disse ainda que a confusão causa preocupação, uma vez que o manifestantes começaram, segundo ele, a cercar o hotel ons estão hospedados o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB).

    “Isso nos gera enorme preocupação. Procurei fazer contato ao governador do DF ao qual aproveito para apelar para que use todas as forças policiais que são necessárias para restaurar a ordem na capital da república e, ao mesmo tempo, para prender os terroristas que estão praticando esse ato e ameaçam, não somente a integridade dos moradores da capital da república, como também, neste momento, ameaçam a integridade física do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva e do vice-presidente, Geraldo Alckmin, que estão hospedados em hotéis próximos onde os eventos de agora estão ocorrendo”, disse.

    Além disso, Rodrigues informou que deverá realizar uma petição para incluir a primeira-dama Michele Bolsonaro nos inquéritos que investigam os atos antidemocráticos.

    “Estou peticionando agora, durante a noite, junto ao inquérito dos atos antidemocráticos, uma petição com o seguinte teor e seguinte sentido. Primeiro, que a senhora Michele Bolsonaro seja indiciado no âmbito deste inquérito. Segundo, se esta ocorrendo neste momento, ocupação no Palácio da Alvorada, ela cesse imediatamente com o uso da força policial que seja necessário. E, terceiro, que os atos terroristas na capital da república, sobre a iminente a amaça a incolumidade física dos brasilienses e também sobre a iminente ameaça sobre a posse do presidente da república sejam dispersados e seus lideres sejam devidamente indiciados. Essa petição iremos protocolar nas próximas horas no âmbitos do inquérito dos atos antidemocráticos que tramita no STF”.

    Veja a entrevista completa no vídeo acima.

    *Publicado por Pedro Zanatta, da CNN