Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Novo ministro das Cidades, Jader Filho quer retomar Minha Casa Minha Vida

    Titular da pasta afirmou que já há R$ 10 bilhões em caixa para o programa neste ano

    O ministro das Cidades, Jader Filho, durante cerimônia de transmissão de cargo, em Brasília
    O ministro das Cidades, Jader Filho, durante cerimônia de transmissão de cargo, em Brasília Wilton Júnior/Estadão Conteúdo - 03.jan.2023

    Tainá FarfanJoão Rosada CNN

    Em Brasília

    Durante discurso na cerimônia de transição de cargo nesta terça-feira (3), o novo ministro das Cidades, Jader Barbalho Filho, afirmou que é necessária a retomada “urgente” do programa habitacional Minha Casa Minha Vida.

    O novo ministro ainda afirmou que já há R$ 10 bilhões confirmados para o programa neste ano.

    Jader Filho enfatizou o déficit habitacional do Brasil e criticou o que chamou de “efeito de desmonte do programa Minha Casa Minha Vida”. Segundo ele, o programa social será prioridade: “um dos principais caminhos para resolver essa chaga nacional é a retomada urgente [do programa]”, destacou.

    O ministro também enfatizou o marco do saneamento e disse que vai incentivar os investimentos privados no setor, mas que, em áreas onde o setor privado não quiser investir, o poder público vai agir.

    Ele também falou sobre a criação da Secretaria Nacional de Políticas para os Territórios Periféricos. “Quero deixar público que o Ministério de Cidades e o meu gabinete estarão de portas abertas para os movimentos sociais, isso é um compromisso meu com vocês”, afirmou.

    O Ministério das Cidades tem o objetivo de reduzir a desigualdade social e garantir acesso a moradia, saneamento e transporte para a população mais carente. “Todo gestor público, e me considero um gestor, quer deixar sua marca de alguma forma, a minha será a das reconquistas na área social”, concluiu o ministro.