‘O grande legado é social’, diz Geraldo Alckmin sobre Bruno Covas

Ex-governador foi vice de Mário Covas e relembra vocação do prefeito de SP, que morreu neste domingo

Produzido por Juliana Alves, da CNN São Paulo

Ouvir notícia

 

O ex-governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) esteve na tarde deste domingo (16) no velório do prefeito Bruno Covas (PSDB), que morreu vítima de câncer. Após a cerimônia de despedida, em entrevista à CNN, Alckmin disse que o legado de Bruno Covas é social. 

“O grande legado é social. O Bruno, a exemplo do avô, Mário Covas, tinha um compromisso com as pessoas. Amor ao próximo. Antes das obras físicas, de concreto, vinha a saúde, a luta contra a Covid-19, a educação, o compromisso com o social.”

Ele também destaca a transparência de Brunco Covas enquanto enfrentou o câncer. “Não omitiu nada, colocou todos os dados até o final. Legado de um guerreiro e alguém que lutou pela vida e de um homem público com ética.”

Alckmin era vice do avô de Bruno, Mário Covas, que morreu em 2001, também vítima de um câncer. “Eu acompanhei o Bruno desde menino porque ele morou com o governador Mário Covas e dona Lila lá no Palácio quando era estudante, no colegial, e depois no período de faculdade. Guardo boa lembrança desde o ‘Clube do Tucaninho’, ele com a minha filha, Sofia, que tem a mesma idade.”

“Guardo também a lembrança de alguém que nunca reclamou, mesmo neste momento da doença. Aliás, à exemplo do avô, Mário Covas, pessoa de fé que entendeu as adversidades da vida e os desígnios de Deus”, disse Alckmin. Para o ex-governador, Bruno Covas sempre foi um jovem idealista e com vocação para a vida pública. “Estudou muito e se preparou para isso. Tinha toda uma avenida pela frente”, completou.

Mais Recentes da CNN