Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    O que o eleitor pode e não pode levar para a urna no dia da votação?

    Desde 2022, é preciso entregar o celular antes de entrar na cabine de votação

    Celular e máquina fotográfica devem ser entregues ao mesário antes de votar
    Celular e máquina fotográfica devem ser entregues ao mesário antes de votar WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Manoela Carluccida CNN*

    São Paulo

    Na cabine de votação, o eleitor poderá levar apenas um papel com os números dos candidatos em que irá votar.

    Outros itens, porém, são proibidos. Entre eles, estão celulares e equipamentos eletrônicos.

    Nada de celular nem câmeras

    Desde 2022, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que, antes de se dirigir à cabine da urna eletrônica, o eleitor deverá entregar seu celular, câmeras fotográficas, ou qualquer aparelho de telecomunicação e registro de câmera para o mesário.

    Os aparelhos são entregues de volta ao eleitor assim que ele deixar a cabine junto com o comprovante de votação.

    Além de utilizar o celular na cabine da urna, é proibida a promoção de aglomerações com pessoas uniformizadas de forma que identifique algum candidato, portar armas de fogo, persuadir outros eleitores que estejam indo votar e distribuir brindes.

    Precisa de documento

    No dia da eleição, é essencial que o eleitor leve alguns itens na hora de votar. Dentre eles, o mais importante é o título de eleitor.

    Este documento não necessariamente precisa ser levado de forma imprensa. Basta instalar o app do e-Título, cadastrar o título de eleitor e o documento digital substitui o físico.

    Outros documentos válidos para comprovar a identidade do eleitor na mesa receptora de votos são a carteira de identidade, o passaporte e a carteira nacional de habilitação.

    A certidão de nascimento ou de casamento não validam a identidade do eleitor.

    Pode votar sem biometria coletada?

    O eleitor que não tiver realizado a coleta biométrica ainda estará apto para votar nas eleições municipais deste ano. Portanto, se o aplicativo ficar acusando a falta de biometria, isso não será um impedimento na hora de apresentar o documento digital.

    *Sob supervisão de Nathan Lopes