Omar Aziz atende a governo e lidera convocação de governadores na CPI

Vice-presidente da CPI Randolfe Rodrigues e o relator Renan Calheiros eram contra os depoimentos dos chefes de estados e municípios neste momento

O presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM), em coletiva de imprensa (25.mai.2021)
O presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM), em coletiva de imprensa (25.mai.2021) Foto: Reprodução / CNN

Caio Junqueirada CNN

Ouvir notícia

A operação política para levar governadores e prefeitos à CPI da Pandemia foi liderada dentro do G-7, a maioria oposicionista e independente dentro do colegiado, pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM).

Nas reuniões fechadas com o grupo, Omar disse que era preciso fazer um aceno político à minoria governista que exige que a investigação avance para estados e municípios e que também queria convocar o atual governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC).

O vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), contestaram a ideia. Disseram que o grupo tem a hegemonia da CPI e não precisaria ceder aos interesses dos governistas. Mas acabaram aceitando para evitar um racha do grupo.

Ficou acertado então que era preciso estabelecer um critério de convocação: todos aqueles que foram ou são alvo de investigações da Polícia Federal. E que o primeiro deles a ser convocado no curto prazo seria mesmo Wilson Lima, deixando a data dos outros convocados para ser acertada posteriormente.

Veja a lista dos governadores que deverão ser convocados nessa quarta:

AP: Waldes Góes
AM: Wilson Lima
DF: Ibaneis Rocha
PARÁ: Hélder Barbalho
RIO: Wilson Witzel e Cláudio Castro 
RS: Eduardo Leite
RO: Marcos Rocha
RR: Antonio Denarium
SC: Carlos Moisés e Daniela Rehner 
TO: Mauro Carlesse

Mais Recentes da CNN