Peritos federais alertam: ‘é preocupante’ a demissão de Valeixo da PF

Exoneração do diretor-geral da PF cria "um cenário de instabilidade que prejudica as atividades do órgão", disse presidente da ANPF

O presidente Jair Bolsonaro trocará nos próximos dias diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo
O presidente Jair Bolsonaro trocará nos próximos dias diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo Foto: Denis Ferreira Netto/ Estadão Conteúdo

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

As repercussões pela demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, já começaram. A categoria dos peritos federais reagiu com surpresa e indignação à exoneração publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (24).

“É preocupante que ocorra uma mudança na direção geral sem que sejam apresentados motivos claros para isso. Isso cria um cenário de instabilidade que prejudica as atividades do órgão”, afirmou à coluna Marcos Camargo, presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF).

Como antecipou a CNN, delegados e agentes da PF foram informados de que o ato de exoneração de Valeixo seria publicado nesta sexta-feira.

O ato é de “exoneração a pedido”. Na prática, Valeixo deixa o comando da PF por determinação de Bolsonaro.

Maurício Valeixo estava na direção geral da Polícia Federal por indicação do ministro da Justiça, Sergio Moro. Aliados do ministro afirmam que ele não deve ficar na pasta uma vez confirmada a demissão de Valeixo.

Mais Recentes da CNN