Pernambuco: saiba quem são os pré-candidatos ao governo e ao Senado

PSB, partido do atual governador, articula apoio do PT na eleição pernambucana

Palácio do Campo das Princesas, no Recife, sede do governo de Pernambuco
Palácio do Campo das Princesas, no Recife, sede do governo de Pernambuco Governo de Pernambuco

Denise Becker*colaboração para a CNN

Ouvir notícia

Um levantamento realizado pela CNN apontou quem são os pré-candidatos para o governo estadual e para o Senado em Pernambuco.

Os partidos podem mudar as indicações até 5 de agosto, quando acaba o prazo para a escolha de candidatos e candidatas.

Os pré-candidatos ao governo estadual

O deputado federal Danilo Cabral foi pré-escolhido para disputar o governo pelo PSB, partido do atual governador Paulo Câmara, que não pode tentar a reeleição. O nome de Cabral foi definido em reuniões das executivas nacional e estadual, em fevereiro. O PT abriu mão da candidatura do senador Humberto Costa ao governo para apoiar Danilo.

Com os caminhos fechados dentro do PT, a deputada federal Marília Arraes deixou o partido e migrou para o Solidariedade, onde é pré-candidata ao governo do estado. Marília enfrentou conflitos internos dentro do PSB, seu partido até 2016, e também no PT. Chegou a ser pré-candidata em 2018 para enfrentar o governador Paulo Câmara, mas a tentativa foi barrada pelo PT. Dois anos depois, concorreu à prefeitura de Recife, mas foi derrotada pelo primo João Campos (PSB) no segundo turno.

O PSDB tem como pré-candidata Raquel Lyra, que preside o partido em Pernambuco. Ela renunciou ao cargo de prefeita de Caruaru, para a qual havia sido reeleita em 2020, e já exerceu dois mandatos como deputada estadual. Também foi delegada da Polícia Federal e atuou na Procuradoria-Geral do Estado.

Miguel Coelho é o pré-candidato do União Brasil. Ele já foi deputado estadual e foi prefeito de Petrolina entre 2017 e 2022, renunciando ao cargo para disputar o governo do estado. É filho do ex-líder do Senado no governo Bolsonaro, Fernando Bezerra Coelho.

Anderson Ferreira (PL) é outro pré-candidato ao Palácio do Campo das Princesas. Ele renunciou ao cargo de prefeito de Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife, e conta com apoio do presidente Jair Bolsonaro.

O PSOL aprovou como pré-candidato o advogado João Arnaldo, que foi candidato a vice-prefeito do Recife em 2020.

Fotos – Os pré-candidatos ao governo de Pernambuco

Os pré-candidatos ao Senado

Em fim de mandato, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) ainda não definiu se concorrerá à reeleição. Ele tem declarado estar disposto a abrir mão em prol de familiares, como o filho Miguel, que quer disputar o governo. Pela legislação, a candidatura de ambos é vedada.

O ex-ministro do Turismo Gilson Machado é pré-candidato ao Senado com o apoio de Jair Bolsonaro (PL). O pré-candidato deixou o PSC e migrou para o PL, partido do presidente.

Em Pernambuco, há uma disputa interna na chamada Frente Popular, que inclui PSB, PT, PSD, PCdoB e PV, entre outros partidos de esquerda, para a vaga ao Senado. O deputado federal e agricultor Carlos Veras (PT) é um dos possíveis candidatos, assim como a vice-governadora Luciana Santos, presidente nacional do PCdoB, e o deputado federal André de Paula (PSD). Também postula a pré-candidatura a deputada estadual Teresa Leitão (PT), que está no quinto mandato. Ela é formada em Pedagogia, é professora e sindicalista.

A advogada Eugênia Lima (PSOL), que preside o diretório municipal do partido em Olinda, é outra pré-candidata para o Senado.

O primeiro turno da eleição de 2022 está marcado para acontecer no primeiro domingo de outubro, dia 2. E, caso seja necessário, o segundo turno será realizado no dia 30 do mesmo mês.

Confira abaixo os senadores cujos mandatos terminam em 2023. As vagas deles no Senado estarão em jogo nas eleições deste ano

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto pela TV e por nossas plataformas digitais.

* Com informações de Vinícius Tadeu, Gabriela Ghiraldelli, Salma Freua e Leonardo Rodrigues, da CNN, em São Paulo

Mais Recentes da CNN