Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Pesquisa Quaest: em Minas Gerais, Lula tem aprovação de 52%; Zema, de 59%

    Levantamento foi feito com 1.507 entrevistados frente a frente entre os dias 14 e 16 de abril; margem de erro é de 2,5 pontos percentuais

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), em entrevista à CNN.
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), em entrevista à CNN. CNN

    CNN

    Uma pesquisa feita pela Quaest divulgada nesta terça-feira (18) apontou que, em Minas Gerais, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) possui um índice de 52% de aprovação. Já o governador Romeu Zema (Novo) é aprovado por 59% dos mineiros.

    O levantamento foi realizado com base em 1.507 entrevistas realizadas face a face entre a última sexta-feira (14) e domingo (16).

    Os entrevistados eram eleitores de Minas Gerais com 18 anos ou mais. O índice de confiabilidade é de 95% e a margem de erro de 2,5 pontos percentuais (pp).

    Na avaliação do diretor da Quaest, Felipe Nunes, os dados revelaram que os dois políticos passaram pelo teste dos 100 primeiros dias de governo.

    “Lula enfrentou mais turbulências, é verdade, mas segurou firme sua aprovação no “swing state” mais importante do Brasil. Zema, por sua vez, tem conseguido vida mais tranquila na Assembleia por enquanto, e vai conduzindo o governo com a sua tranquilidade habitual. Bem avaliados, eles seguem agora para a próxima etapa de seus mandatos”, escreveu, no Twitter, nesta terça-feira.

    “Ambos terão tempo para planejar os principais projetos que o governo vai começar a entregar mais para o final de outubro, quando se completa 1 ano desde suas vitórias nas urnas. Até lá, a tendência é que tenhamos ventos suaves soprando nas montanhas de Minas”, completou.

    Aprovação do governo Lula em MG

    • Aprova: 52%
    • Desaprova: 38%
    • Não souberam/não responderam: 10%
    O presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva, em reunião ministerial pelos 100 dias de governo, realizada no Palácio do Planalto. – Foto: MATEUS BONOMI/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

    “Os resultados são bons, especialmente, quando comparamos com o resultado das urnas. Lula teve 38% do total de eleitores mineiros (aproximadamente 16 milhões). Ou seja, o governo tem 14 pp a mais de aprovação do que ele teve nas urnas”, escreveu Nunes, nesta terça-feira.

    Os maiores percentuais de aprovação estão concentrados no eleitorado feminino, de 18 a 34 anos, com renda de até 2 salários mínimos e que estudaram até o ensino fundamental. “Grande semelhança com o perfil do eleitor que deu a apertada vitória a Lula em 22”, apontou Nunes.

    A pesquisa também levantou a opinião do eleitorado mineiro com base nos votos em que registraram no segundo turno das eleições de 2022.

    Recorte da pesquisa Quaest sobre a aprovação do governo Lula em Minas Gerais divulgado nesta terça-feira (18).
    Recorte da pesquisa Quaest sobre a aprovação do governo Lula em Minas Gerais divulgado nesta terça-feira (18). / Reprodução

    O presidente petista é desaprovado por 17% dos mineiros que votaram em sua chapa. Por outro lado, conseguiu conquistar a aprovação de 27% dos eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no estado, e a aprovação de 43% dos mineiros que não votaram ou votaram barnco/nulo.

    A Quaest ainda questionou os entrevistados sobre como avaliam o governo Lula: 35% o consideram positivo, 26%, regular, 29%, negativo, e 10% não souberam ou não quiseram responder.

    Aprovação do governo Zema em MG

    • Aprova: 59%
    • Desaprova: 32%
    • Não souberam/não responderam: 9%
    Romeu Zema, governador de Minas Gerais / Rodrigo Garcia/CMU

    “O resultado para Zema é ainda melhor [do que para Lula]. Ele tem quase 60% de aprovação hoje, enquanto teve 37% do total de eleitores aptos a votar em 2022. Ou seja, Zema ostenta agora uma aprovação 22 pontos percentuais maior do que a obtida na eleição”, declarou o diretor da Quaest.

    Os maiores índices de aprovação do governador mineiro foram vistos entre os eleitores masculinos, com 60 anos ou mais, renda de 5 salários mínimos e que estudaram até o ensino fundamental.

    Mas Felipe Nunes destaca que o desempenho em outras faixas etárias, perfis de renda e escolaridade também são significativos.

    “O que chama ainda mais atenção no caso de Zema é o grau de força que o governador tem entre os diversos grupos sociais. Mesmo sendo mais aprovado entre homens, entre a população mais madura e com renda mais alta, Zema mostra força em todos os setores”, disse.

    Recorte da pesquisa Quaest sobre a aprovação do governo Zema em Minas Gerais divulgado nesta terça-feira (18)
    Recorte da pesquisa Quaest sobre a aprovação do governo Zema em Minas Gerais divulgado nesta terça-feira (18) / Reprodução

    Em comparação aos votos registrados no segundo turno do ano passado, o governador do partido Novo – que apoiou a reeleição de Bolsonaro – conseguiu conquistar a aprovação de 46% daqueles que votaram em Lula para presidente.

    Entre os eleitores bolsonaristas, Zema alçou a aprovação de 78% dos entrevistados – além de 56% daqueles que votaram branco/nulo ou sequer votaram no segundo turno.

    A Quaest também questionou os entrevistados sobre como avaliam o governo Zema: 41% o consideram positivo, 30%, regular, 19%, negativo, e 9% não souberam ou não quiseram responder.

    (Publicado por Léo Lopes)