Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Posicionamento político jamais pode interferir no trabalho, diz novo secretário de Segurança do DF

    Sandro Avelar disse, em entrevista à CNN, que confia nas instituições subordinadas à Secretaria de Segurança Pública e que desvios de comportamento individuais no dia 8 de janeiro já estão sendo investigados

    Fernanda PinottiLayane Serranoda CNN em São Paulo

    Em entrevista à CNN nesta terça-feria (7), o novo secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar, falou sobre sua confiança nas instituições subordinadas à secretária, mesmo que casos individuais de desvio de conduta estejam sendo investigados.

    “Sei que dentro das corporações os cidadãos têm posicionamentos políticos e preferências, mas jamais podemos permitir que isso interfira no trabalho”, disse Avelar.

    Quando questionado sobre a operação da Polícia Federal (PF) que prendeu um coronel, um capitão, um tenente e um major da Polícia Militar do DF nesta terça-feira (7), o secretário respondeu que confia nas instituições subordinadas à Secretaria de Segurança Pública, e que “a questão dos comportamentos individuais especificamente no dia 8 de janeiro está sendo investigada em sede própria”.

    “Temos noção da nossa responsabilidade. É um momento grave e o DF tem sido observado por todo o Brasil nesse momento.”

    Ele disse que sua gestão está preparada para ajudar a pacificar este momento, contando com o trabalho das instituições de segurança pública – “notoriamente muito eficientes” – e somando esforços com o governo federal.

    Veja a entrevista completa no vídeo acima.