Possível candidatura de Pacheco pode prejudicar a aprovação de pautas do governo

Na visão de líderes do Congresso, Pacheco ser rival de Bolsonaro faria com que projetos polêmicos parassem de andar no Senado

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Após a filiação de Rodrigo Pacheco ao Partido Social Democrático (PSD), líderes do Congresso, da Câmara dos Deputados e do governo já enxergam o presidente do Senado como um candidato à presidência da República em 2022, fato que poderia prejudicar a aprovação de pautas do governo.

A apuração é da analista de Política da CNN Renata Agostini, que avalia que, neste momento, com a consolidação da intenção de Pacheco de seguir com uma candidatura, ele se colocaria em uma posição quase antagônica com a do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), no momento próximo das pautas governistas.

Além disso, Pacheco seria um possível rival ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Senado. Na visão de líderes do Congresso, isso fará com que projetos polêmicos, daqui para frente, não andem.

Pacheco afirmou à CNN na segunda-feira (25) que “não há hipótese de antecipação de disputa eleitoral” e que essa postura “será demonstrada no dia a dia na relação com o governo”.

(Publicado por Evandro Furoni)

Mais Recentes da CNN