Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Eleições 2022

    Presidente do Republicanos se reunirá com Datena após Carnaval para falar do Senado

    Por telefone, Marcos Pereira já fez o convite a Datena para concorrer ao Senado por SP; encontro pessoalmente é passo importante para definição da candidatura

    O apresentador José Luiz Datena nos estúdios de gravação ds Band, em São Paulo
    O apresentador José Luiz Datena nos estúdios de gravação ds Band, em São Paulo Andre Lessa/Estadão Conteúdo

    Thais Arbexda CNN

    O presidente nacional do Republicanos, deputado Marcos Pereira, tem uma conversa agendada com o apresentador José Luiz Datena para discutir sua eventual candidatura ao Senado por São Paulo.

    O encontro acontece no momento em que o partido busca um nome forte para a disputa no maior colégio eleitoral do país.

    Segundo relatos feitos à CNN, a expectativa é a de que a conversa aconteça na próxima quinta-feira (3), em São Paulo. Embora Pereira já tenha formalizado o convite a Datena pelo telefone, o encontro pessoalmente é considerado um passo importante para a definição da candidatura do apresentador.

    Datena já indicou, por exemplo, que não se sentiria à vontade para apoiar a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), mas que nutre simpatia pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, nome de Bolsonaro ao Palácio dos Bandeirantes.

    Embora o próprio Bolsonaro tenha ligado para o apresentador e feito o apelo, o Republicanos também trabalha com a possibilidade de lançar Datena “avulso”, sem vinculá-lo a nenhuma candidatura ao governo paulista.

    Na noite desta terça (22), em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, Bolsonaro foi questionado sobre qual seria seu candidato ao Senado no estado e disse que conversou com Datena, mas não deixou claro se há uma definição.

    “Não ia falar, mas já conversei com o Datena. Eu sei que todo mundo tem crítica a um candidato ou outro. Você não tem opção. Você tem que ter um nome que vai chegar também”, afirmou o presidente.

    Questionado sobre as críticas que Datena faz ao presidente, Bolsonaro disse a apoiadores que “as pessoas mudam. Eu já mudei. Você não adianta… Você tem que ter um nome competitivo. O Datena tem a sua linha ali. Outra coisa, depois que você chega, você deixa de ser estilingue, passa a ser vidraça. Acho que o Datena tem o potencial para chegar. Se você botar um não competitivo, outra pessoa vai levar.”

    Marcos Pereira, presidente do Republicanos / Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

    Em um movimento paralelo ao do presidente da República, o vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que vai disputar a sucessão de João Doria (PSDB), também tem mantido contatos frequentes com o apresentador para tentar atraí-lo para a sua chapa.

    Os planos de Garcia, de acordo com aliados ouvidos pela CNN, também passam pelo Republicanos. Ou seja, se o apresentador topar a candidatura e se filiar ao partido, o atual vice-governador engordaria ainda mais seu palanque em São Paulo.

    Enquanto Datena não toma a decisão final sobre a candidatura e seu destino partidário, o Republicanos avalia outros dois nomes ainda guardados a sete chaves pela cúpula do partido para a corrida pela vaga ao Senado.

    De acordo com relatos feitos à CNN, o Republicanos já manifestou interesse em filiá-los, caso Datena não leve a empreitada política a diante.

    O partido pretende, inclusive, colocar em campo uma pesquisa interna qualitativa para tentar captar o sentimento do eleitor em relação aos três nomes.