Presidente fará discurso em cenário internacional mais difícil, diz professor

Maurício Santoro também disse à CNN que há a possibilidade da fala de Bolsonaro na Assembleia-Geral da ONU não ser totalmente moderada

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN, o professor de relações internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Maurício Santoro disse que “o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vai fazer um discurso na Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) em um cenário internacional bem mais difícil do que aquele no qual ele se apresentou dois anos atrás”.

Segundo o especialista, dois motivos para essa conjuntura mais complicada para o chefe do Executivo são as críticas sobre a gestão dele na pandemia de Covid-19 e o avanço do desmatamento na Amazônia.

“Além disso, Bolsonaro perdeu o que era seu aliado internacional mais importante, o ex-presidente americano Donald Trump”, ressaltou Santoro.

O presidente do Brasil já desembarcou em Nova York para a Assembleia-Geral da ONU. Ele já chegou a afirmar que levará “verdades” sobre o Brasil no seu discurso, que acontecerá na terça (21).

“Seria de se esperar que ele fizesse um discurso mais moderado, na linha daquele que ele realizou na cúpula dos Brics. No entanto, isso não é 100% garantido”, disse o professor.

De acordo com o docente, a previsão de que haja improvisos na fala de Bolsonaro pode gerar os momentos em que ele seja mais “contundente”.

(Publicado por Evandro Furoni)

Mais Recentes da CNN