Prisão de Jefferson eleva pressão do STF sobre Aras

Protocolo mostra que parecer da PGR só foi emitido na tarde desta sexta-feira (13)

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A prisão do presidente do PTB, Roberto Jefferson, elevou a pressão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o procurador-geral da República, Augusto Aras. As informações são da âncora da CNN Daniela Lima.

O protocolo da corte mostra que o registro oficial da PGR (Procuradoria-Geral da República) sobre o caso foi às 13h05 desta sexta-feira (13). Aras afirmou que já havia se manifestado sobre o caso, mas o minsitro do STF, Alexandre de Moraes, disse que até a decretação da prisão não havia ocorrido qualquer parecer.

Além disso, o Poder Judiciário, que consente sobre decisões do caso, julga como um todo que uma manifestação da Procuradoria-Geral da República sobre a denúncia em si é inadiável. Caso a postura de Aras continue branda, a situação com o STF tende a ficar ainda mais instável.

Jefferson 

Ao determinar a prisão, Moraes acusa o ex-deputado de participar de uma suposta milícia digital em ataques às instituições democráticas. A organização criminosa teria sido montada, principalmente, para atacar a próxima eleição.

Augusto Aras
O procurador-geral da República, Augusto Aras
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

(publicado por Fernanda Colavitti)

Mais Recentes da CNN