Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    PSD marca para quinta-feira anúncio de apoio a Tarcísio em SP

    O pré-candidato do partido, Felício Ramuth, será indicado ao posto de candidato a vice na chapa

    Iuri Pittada CNN

    Ouvir notícia

    O PSD programou para a manhã de quinta-feira, na sede do partido em São Paulo, o anúncio do apoio à candidatura do ex-ministro Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) ao governo paulista. Com isso, o pré-candidato da sigla presidida por Gilberto Kassab, o ex-prefeito de São José dos Campos Felício Ramuth, será indicado para o cargo de vice-governador.

    A informação foi confirmada à CNN por integrantes dos dois partidos. Ainda não há definição sobre a escolha do candidato ao Senado – o plano inicial da chapa de Tarcísio, com aval do presidente Jair Bolsonaro (PL), era ter o apresentador José Luiz Datena (PSC) como candidato, mas ele desistiu da disputa na semana passada.

    Tarcísio já conta com apoio direto de nomes importantes do PSD, como o ex-vice-governador Guilherme Afif Domingos na coordenação da campanha e o deputado federal Eleuses Paiva como responsável pelas propostas da área de saúde. Ex-prefeito reeleito e então filiado ao PSDB, Ramuth tem sua atuação política voltada à eficiência e à inovação da gestão pública.

    Além de Tarcísio, Kassab chegou a ter conversas com o ex-governador Márcio França (PSB), o que era considerado determinante para que a pré-candidatura fosse mantida. Entretanto, sem o PSD e após pressão do PT de Fernando Haddad, França deve abrir mão da disputa e concorrer ao Senado, contando com apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB).

    Assim, a disputa pelo Palácio dos Bandeirantes tende a se concentrar entre Haddad, líder nas pesquisas de intenção de voto neste momento, Tarcísio e o governador Rodrigo Garcia (PSDB), que espera contar com uma aliança ampla, envolvendo o União Brasil e o MDB. Entre os nomes contados para a chapa do tucano, estão o ex-ministro e ex-secretário da Fazenda Henrique Meirelles (União Brasil) e o ex-secretário municipal da Saúde Edson Aparecido (MDB).

    Debate

    A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por nossas plataformas digitais.

    Mais Recentes da CNN