PSOL avalia aderir ao bloco de Baleia; candidatura de Erundina seria mantida

A aliança teria o objetivo de reforçar o grupo na disputa das vagas na Mesa Diretora

O deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP)
O deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) Foto: Michel Jesus - 8.abr.2019/Câmara dos Deputados

Fernando Molicada CNN

Ouvir notícia

Depois de lançar a candidatura de Luiza Erundina (SP) à presidência da Câmara dos Deputados, o PSOL começou a discutir uma saída alternativa – a adesão ao bloco que apoia Baleia Rossi (MDB-SP).

A aliança teria o objetivo de reforçar o grupo na disputa das vagas na Mesa Diretora e não implicaria na retirada da candidatura de Erundina.

A disputa pelas cadeiras da Mesa ocorre de maneira separada da eleição do presidente – a divisão das vagas está relacionada aos apoios partidários registrados por cada bloco.

Caso a proposta seja aprovada, o PSOL, que tem dez deputados federais, ajudaria o grupo de Rossi a tentar garantir quatro dos seis cargos titulares (o sétimo é o de presidente).  

A eventual obtenção antecipada da maioria dos cargos seria uma forma de atrair apoios de deputados para Baleia – a distribuição de cadeiras na Mesa é um dos elementos utilizados na busca de votos para a presidência.

O lançamento de Erundina dividiu o PSOL,  metade da bancada defendeu o apoio a Rossi, para fortalecer a oposição ao presidente Jair Bolsonaro, que apoia Arthur Lira (PP-AL). A candidatura própria acabou definida pela direção nacional do partido.

Mais Recentes da CNN