Quase 6 em cada 10 eleitores consideram escolha de voto definitiva

Pesquisa Qaest/Genial mostrou que eleitores de Lula e Bolsonaro são os mais convictos

Iuri Pittada CNN

Ouvir notícia

A mais recente pesquisa Quaest/Genial, divulgada nesta quarta-feira (9), mostrou que quase 6 entre 10 entrevistados consideram sua escolha de voto definitiva.

De acordo com a pesquisa, 58% dos ouvidos responderam que sua decisão está tomada, ante 40% que não descartam mudança caso algo aconteça.

Os dois líderes da pesquisa registram, entre seus eleitores, os maiores índices de certeza de voto. Isso pode tornar ainda mais difícil o caminho para os candidatos que tentam quebrar a polarização.

Entre os que se declararam eleitores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que aparece com 45% das intenções de voto no cenário estimulado, em que o entrevistador apresenta uma lista de candidatos, 74% disseram que é uma escolha definitiva e 25% não descartam mudança se algo acontecer.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) apareceu com 23% no cenário estimulado. Desses, 65% disseram que a decisão é definitiva, ante 35% que afirmam poderem mudar caso ocorra algo inesperado.

Em seguida, Ciro Gomes (PDT), que tem 7% das intenções de votos, registra 38% de eleitores convictos, mas 62% admitem mudar de ideia.

Com Sergio Moro (Podemos), que também tem 7% das intenções, a certeza é de 30% de seus eleitores e 70% os que não descartam alterar a decisão, índices próximos dos obtidos por Doria, com 27% de convictos e 73% admitindo possibilidade de mudança.

Entre os que dizem que votam em branco ou nulo (8%), 43% dizem que é definitivo, 53% podem mudar e 4% não sabe ou não respondeu.

Foram entrevistados presencialmente 2 mil eleitores, de 16 anos ou mais, nas 27 unidades da Federação, entre os dias 3 e 6 de fevereiro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O nível de confiança é de 95% (se 100 pesquisas fossem realizadas, 95 apresentariam os mesmos resultados dentro da margem de erro). A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número BR-08857/2022.

CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto, pela TV e por todas as plataformas digitais.

Mais Recentes da CNN