Quem é Rodrigo Pacheco, o novo presidente do Senado

Senador do DEM foi eleito presidente em aliança ampla, que envolveu o presidente Jair Bolsonaro, Davi Alcolumbre e até a oposição

O senador Rodrigo Pacheco: novo presidente do Senado
O senador Rodrigo Pacheco: novo presidente do Senado Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Matheus Prado, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O senador Rodrigo Otavio Soares Pacheco, de 44 anos, foi eleito nesta segunda-feira (1º) como o novo presidente do Senado e do Congresso Nacional. Pacheco é senador de primeiro mandato, empossado em 2019, e é filiado ao DEM, partido que preside em Minas Gerais.

Nascido em Porto Velho (RO), em novembro de 1976, o parlamentar é advogado e especialista em direito penal. Foi o mais jovem conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entre os anos de 2013 e 2015, deputado federal por Minas Gerais e presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. 

Desde que assumiu seu mandato, Pacheco já atuou como vice-presidente da Comissão de Transparência e Governança na Casa.

Herdeiro de empresas de transporte rodoviário no estado mineiro, Pacheco é formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas)

Passou a ser considerado, ainda no final de 2020, como um possível substituto para Davi Alcolumbre (DEM-AP) na presidência do Senado, já que os seus colegas de partido (Rodrigo Maia e o próprio Alcolumbre) foram impedidos de concorrer à reeleição pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

A candidatura selada em um almoço com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), também em dezembro. Pacheco partiu então, durante o recesso do legislativo, para uma série de viagens ao redor do país, buscando conquistar o apoio de seus colegas para a eleição do dia 1 de fevereiro. E conseguiu. 

DEM, PT, PDT, Rede, PP, PSD, PSC, Pros, PL e Republicanos, uma mistura entre situação e oposição, endossaram a candidatura. 

Mais Recentes da CNN