Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Reforma ministerial pode sair até quarta-feira, dizem fontes do Centrão

    PP e Republicanos devem conversar com Lula nos próximos dias e esperam nova proposta para selar adesão à base aliada

    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidente da Câmara, Arthur Lira
    Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e presidente da Câmara, Arthur Lira 09/11/2022REUTERS/Adriano Machado

    Clarissa Oliveirada CNN

    Líderes do Centrão ouvidos pela CNN avaliam ser possível bater o martelo no novo desenho da reforma ministerial até a próxima quarta-feira. PP e Republicanos aguardam uma nova rodada de conversas com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que retornou da viagem que fez à África na semana passada.

    Há esperanças de que Lula tenha desembarcado com uma nova proposta de redesenho da Esplanada, oferecendo uma solução para o impasse que se instalou nas conversas com o PP.

    Antes da viagem, o partido do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), seguia reivindicando que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome seja entregue a André Fufuca (PP-MA).

    Diante da resistência do PT e do próprio Lula em entregar o controle do Bolsa Família, cresceram sugestões para que a pasta seja desmembrada, transferindo o programa social para a Casa Civil, de Rui Costa, ou para a Gestão, de Esther Dweck. Mas a tese de desmembramento desagrada ao governo.

    Uma ideia que circula nos bastidores é tentar convencer o PP a aceitar o Ministério da Ciência e Tecnologia – hoje comandado por Luciana Santos, do PCdoB -, além do comando da Caixa Econômica Federal. Luciana seria transferida para o Ministério das Mulheres.

    A pasta da Ciência chegou a ser oferecida a Márcio França, que provavelmente terá de ceder o Ministério de Portos e Aeroportos ao deputado Silvio Costa Filho (PP-PE). Mas França, segundo interlocutores, mostrou-se resistente à ideia. Se o PP aceitar, o governo pode optar por seguir adiante com a recriação do Ministério da Micro e Pequena Empresa, para encontrar um novo lugar para França na Esplanada.

    Esse desenho é apenas uma das propostas em discussão nos bastidores. Na avaliação de congressistas diretamente envolvidos nas negociações, há a avaliação de que Lula pode, inclusive, trazer novas sugestões para a mesa de negociação. O Ministério do Esporte, por exemplo, também segue sendo citado com frequência nas conversas sobre a nova Esplanada.

    VÍDEO: Lula deve definir trocas da reforma ministerial nesta semana